Adoção: um estudo sobre a perspectiva de pais adotivos

Camila Aline LANFREDI, Michele da Silva PEREIRA, Márcia Aparecida Miranda de OLIVEIRA

Resumo


A presente pesquisa teve como objetivo analisar a vivência de pais adotantes frente à adoção de uma criança. Para isso realizou-se uma pesquisa de abordagem qualitativa com dois casais e duas mães, que efetuaram a adoção há no mínimo quatro anos, totalizando seis participantes como população para a pesquisa. Para a coleta de dados, utilizou-se uma ficha de identificação e uma entrevista semiestruturada do tipo exploratória. A análise de dados foi realizada pelo método de Análise de Conteúdo. Como resultado da pesquisa foi possível perceber que a realização da adoção tem como principal mobilizador a infertilidade de um dos cônjuges, aliada ao desejo intrínseco de se tornar pai/mãe. Em três dos quatro casos, percebeu-se que a construção do vínculo ocorreu de forma gradual. Referente ao relacionamento familiar, três dos casos referem que o mesmo é considerado pelos participantes como agradável e sem ocorrência de nenhum episódio perturbador ao convívio familiar. No entanto, um dos casos apresentou realidade distinta da relatada pelos demais, o que permite evidenciar que a dinâmica familiar constituída a partir da adoção apresenta diferentes contextos e complexidades.

Palavras-chave


Adoção; Família; Relacionamento Familiar.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14210/rbts.v3n2.p73-87

Apontamentos

  • Não há apontamentos.