Notas desafinadas do saber e do poder: qual a rima necessária à Educação Ambiental?

Michèle Sato, Luiz Augusto Passos

Resumo


A vasta literatura vem revelando a necessidade de diálogos entre as diferentes áreas do conhecimento, reconhecendo que a interpretação ambiental requer trocas e olhares para uma visão mais integral. A multiplicidade, todavia, requer
muito mais do que simples campos epistêmicos envolvendo campos de poder e ideologias políticas bastante plurais. A crise é necessária ao caminho adiante.
Somente através de sua superação, consolidamos as partes no desenho global. Este texto debate alguns conceitos sobre os diversos campos perceptivos das relações disciplinares, oferecendo a oportunidade da comunicação educativa,
sem jamais se despedir dos campos de poder estabelecidos entre os sujeitos que atuam na educação ambiental.

Texto completo:

PDF