A TEORIA DO CAPITAL HUMANO E A CONCEPÇÃO PRODUTIVISTA NA EDUCAÇÃO BRASILEIRA: EAD EM FOCO

Fernanda Cruvinel Pimentel, Raquel de Almeida Moraes

Resumo


Este texto destina-se a discutir a temática da educação a distância associada à teoria do capital humano. Tem como objeto de análise teórica o contexto econômico neoliberal, a reestruturação produtiva e a relação educação e desenvolvimento que tem como pano de fundo a teoria do capital humano. Os resultados desta análise sugerem a hipótese que não seria possível discutir as atuais políticas voltadas para a educação a distância fora do contexto neoliberal e da teoria do capital humano. E ambos adotam nessa sociedade um sistema intencionalmente desigual, individualista, competitivo, somado a uma concepção economicista de educação que seja apenas capaz de alimentar o processo de acumulação do capital pelas elites. Se se quiserem transformações educacionais qualitativas, é necessário romper com a lógica do capital, modificando radicalmente as relações de poder e do sistema de produção. 


Palavras-chave


Teoria do Capital Humano; Educação a Distância; Qualificação Politécnica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14210/contrapontos.v17n2.p246-267