Meninas Digitais – Regional Sergipe: um despertar para a Informática

Jislane S. S. de Menezes, Cristiane O. de Santana, Catuxe V. de S. Oliveira, Ana Carla do N. Santos, Paloma S. da Silva, Adenilson de J. Santos, Gilson P. dos S. Júnior, Mario André de F. Farias

Resumo


A quantidade de mulheres em cursos superiores em tecnologia da informação
caiu nos últimos anos. Este cenário não é diferente no no Instituto Federal de Sergipe em que as mulheres representam 19,77% dos ingressantes no Bacharelado em Sistemas de Informação e apenas 3,06% delas concluem a graduação. Estes números apontam uma deficiência e falta de motivação por mulheres na área. Com a preocupação do resgate feminino para a Computação, este artigo relata a experiência do projeto em andamento, que visa promover atividades como palestras, oficinas e minicursos voltados para área de tecnologia para meninas do ensino fundamental, médio e técnico da região centro-sul de Sergipe.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.