RESULTADOS PRELIMINARES DA DISTRIBUIÇÃO DE FÓSFORO E SUAS FORMAS NOS SEDIMENTOS DA PLATAFORMA CONTINENTAL DO ESTADO DE SANTA CATARINA

I. C. PELLENS, V. R. BELLOTTO, K. N. KUROSHIMA, J. G. ABREU

Resumo


O estudo de fósforo em sedimentos marinhos tem sido utilizado como importante ferramenta para compreensão do ciclo geoquímico deste nutriente, o qual vem sendo alterado pela ação antropogênica. Os sedimentos marinhos representam o depósito final deste constituinte e, dependendo dos processos de interação química que ali ocorrem, podem ser responsáveis por sua maior ou menor disponibilidade para a coluna d’água. Neste estudo foram determinadas as diferentes formas de fósforo, através do método de extração sequencial (modificado de SILVEIRA, 1993), em 27 amostras de sedimentos superficiais coletados na plataforma interna do litoral centro-norte catarinense. O objetivo era verificar a distribuição de fósforo e suas formas de acordo com as fácies sedimentares encontradas na área de estudo. As concentrações de fósforo total variaram entre 1,27 a 18,77 µmol/g, com as mais elevadas estando associadas aos sedimentos finos, embora tenham ocorrido diferenças entre fácies com características granolumétricas similares. O fosfato de ferro + alumínio apresentou concentrações mais altas próximo as desembocaduras dos rios diminuindo com o aumento da distância da linha de costa, indicando o aporte continental. A forma predominante na maioria das amostras foi o fosfato de cálcio que apresentou uma relação direta com a profundidade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14210/bjast.v2n1.p51-60

(eISSN: 1983-9057, ISSN: 1808-7035)