AVALIAÇÃO DA DISPERSÃO ESPACIAL DA PLUMA DO ESTUÁRIO DO RIO ITAJAÍ-AÇU EM DIFERENTES PERÍODOS DE DESCARGA

A. TROCHIMCZUK Fo., C A SCHETTINI

Resumo


Este trabalho apresenta uma avaliação da dispersão da pluma do estuário do rio Itajaí-açu sob diferentes condições de descargas fluviais. Três cruzeiros oceanográficos foram realizados, em janeiro, fevereiro e março de 2000, na plataforma interna adjacente à desembocadura do estuário para levantamento de dados de salinidade, temperatura e material particulado em suspensão (MPS). As descargas fluviais apresentaram-se com 556, 227 e 214 m3/s, respectivamente, para as campanhas de janeiro, fevereiro e março. Os resultados mostraram que a descarga fluvial é o fator determinante das características da pluma. A concentração de material particulado em suspensão e a proporção de água doce na pluma costeira é proporcional à amplitude da descarga fluvial. Em todas as campanhas as plumas apresentaram deflecção em sentido nordeste.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14210/bjast.v7n1.p83-96

(eISSN: 1983-9057, ISSN: 1808-7035)