AVALIAÇÃO DA DINÂMICA LATERAL E DOS MECANISMOS DE TRANSPORTE NO ESTUÁRIO DO RIO CAMBORIÚ

L. A FRANKLIN-SILVA, C. A SCHETTINI

Resumo


xO principal objetivo deste trabalho é avaliar a estrutura hidrodinâmica lateral do estuário do Rio Camboriú, em períodos de maré de quadratura e sizígia, bem como definir os principais mecanismos de transportes atuantes neste estuário. Nas duas campanhas realizadas, os dados de velocidade de corrente e salinidade foram adquiridos a cada hora durante dois ciclos completos de maré (~25 horas). Os perfis verticais das variáveis foram obtidos em três estações na seção transversal do estuário. Nas condições estudadas, durante a maré de quadratura este estuário foi classificado como parcialmente estratificado (Tipo 2b) e durante maré de sizígia como verticalmente homogêneo (Tipo 1a). Características morfológicas associadas à presença de uma onda estacionária (Seiche), provavelmente originada na enseada de Balneário Camboriú, promovemuma diferenciação nos perfis de velocidade e direção de corrente entre as estações amostrais durante maré de quadratura. Para a mesma situação observa-se uma estratificação da coluna de água, ocorrendo a predominância de processos advectivos devido à descarga fluvial. Durante o período de maré de sizígia, o efeito da amplitude de maré associado à baixa profundidade do sistema, proporciona uma coluna de água homogênea, ocorrendo a predominância de processos de difusão turbulenta.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14210/bjast.v7n1.p97-108

(eISSN: 1983-9057, ISSN: 1808-7035)