Diversidade e riqueza de rotíferos de um lago meandrico da planície de inundação do rio Juruá, Acre

Thienify dos Santos Nascimento, Erlei Cassiano Keppeler

Resumo


O Acre é rico em biodiversidade. Na planície de inundação do Rio Juruá são encontrados vários meandros abandonados, onde os estudos sobre a estrutura populacional do zooplâncton são ainda escassos. O objetivo deste trabalho é avaliar a riqueza e abundância de Rotifera em duas épocas sazonais e diárias, no Lago do Miritizal no período de maio e outubro de 2012, partindo do pressuposto que as épocas influenciam na estrutura e dinâmica da comunidade. O Lago do Miritizal é de água branca, considerado uma área não antropizada, onde a única atividade exercida neste lugar é a pesca de subsistência no período da vazante. As coletas foram realizadas na época da vazante e enchente. As características da água temperatura, oxigênio dissolvido, pH, condutividade elétrica, turbidez e clorofila foram mensuradas. As amostragens de zooplâncton foram realizadas durante (07) sete dias em dois períodos sazonais, com rede de plâncton (malha de 55 μm). Os resultados mostraram diferenças tanto para as características da água, como para o zooplâncton, entre os períodos e entre os dias. 


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14210/bjast.v21n1.6520

(eISSN: 1983-9057, ISSN: 1808-7035)