Caracterização sedimentar subsuperficial recente da planície costeira amazônica: O exemplo da região do Cabo Norte – AP.

Diego Arruda Xavier, Roberto Lima Barcellos, José Francisco Berrêdo, Odete Machado Silveira

Resumo


O estudo tem como objetivo analisar os processos de sedimentação que ocorreram em uma planície costeira amazônica utilizando a granulometria e o teor de material orgânico como parâmetros para a compreensão dos processos dominantes durante a sedimentação. Foram recuperados sete testemunhos ao longo do rio Sucuriju e sub-amostrados obedecendo às diferenças entre os depósitos observados, analisado quanto à granulometria e porcentagem de material orgânico total. Os resultados demonstraram a ocorrência de uma progradação da linha de costa, visto que no passado a linha de costa localizava-se próximo do Lago Piratuba e hoje dista cerca de 22km em linha reta. Esta progradação da costa foi registrada no testemunho localizado a montante do rio Sucuriju com o registrou dessa diminuição da energia hidrodinâmica, passando de sedimentação estuarina, com maior porcentagem de areia e menor porcentagem de material orgânico evidenciados em ambiente com alta intensidade hidrodinâmica, para sedimentação pelítica com maior deposição de sedimentos finos e de porcentagem de material orgânico evidenciados em ambientes lacustres ou de baixa intensidade hidrodinâmica. Os resultados demonstram que a dinâmica sedimentar na planície costeira amapaense somadas às forçantes atmosféricas, oceânicas e amazônicas são fatores condicionantes na deposição ou erosão, influenciando na configuração atual da linha de costa.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14210/bjast.v19n2.6544

(eISSN: 1983-9057, ISSN: 1808-7035)