Cenário das Exportações Brasileiras de Soja: uma análise do mercado chinês.

Grazielle Pereira, Natalí Nascimento

Resumo


O setor agropecuário tem se tornado cada vez mais importante para a economia nacional em razão da sua representatividade nas exportações brasileiras. Atualmente, o Brasil consolidou a soja como o principal produto exportado, posição conquistada em 2015, e é o segundo maior produtor mundial, ficando atrás apenas dos Estados Unidos. Dentre os países que mais importam destaca-se a China, maior consumidor mundial do grão. Este artigo teve como objetivo geral identificar as perspectivas comerciais para o mercado exportador brasileiro de soja na China. Para atender este objetivo, o estudo apresentou o desempenho da produção e da exportação do grão no período de 2010 a 2015, mapeou os volumes exportados para a China e identificou as principais dificuldades e desafios do mercado produtor e exportador de soja do Brasil para os próximos anos. Para realização deste, utilizou-se a metodologia qualitativa, meios bibliográficos e uso de dados estatísticos, e quanto aos fins o mesmo caracterizou-se como descritivo. Como principal resultado alcançado na pesquisa, cita-se a vantagem competitiva que o Brasil tem em relação aos seus concorrentes e, uma vez que a tendência é de crescimento da demanda por alimentos, especialmente a proveniente de países emergentes como a China, o Brasil poderia investir cada vez mais no desenvolvimento de seu potencial agrícola e na relação com a China, visando ao benefício mútuo.
Palavras-chave: Exportação. Soja. China.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.