A ATIVIDADE PRÁTICA NA FORMAÇÃO DOS ACADÊMICOS DE HOSPITALIDADE: experiência dos colaboradores voluntários na organização do VI Congresso Internacional de Turismo do Extremo Sul (Cites)

Maria do Carmo Schwab Brandão, Alice Leoti Silva, Raphaella Costa Rodrigues

Resumo


O objetivo deste trabalho é analisar a inserção de atividades práticas na formação profissional daqueles que atuarão na área da hospitalidade através da experiência dos voluntários que participaram da organização do VI CITES (Congresso Internacional de Turismo do Extremo Sul). Tal evento foi promovido pelo Laboratório de Planejamento Turístico que integra os cursos de Turismo, Hotelaria e Eventos, realizado na FURG/SVP. Teve como objetivos específicos: verificar o processo de tomada de decisão na organização do evento pelos voluntários; identificar a percepção da atividade como parte da formação profissional; relacionar o processo educativo e a prática profissional. Além da pesquisa bibliográfica, realizou-se um estudo de caso em que foram feitas entrevistas diretas e aplicação de questionários. Os resultados indicaram a importância das atividades práticas na formação profissional, especialmente quando o trade encontra-se em estágio embrionário.


Palavras-chave


Hospitalidade. Prática Profissional. Formação Profissional. CITES. Santa Vitória do Palmar.



DOI: http://dx.doi.org/10.14210/at.v2n2.p24-42

Direitos autorais 2017 Maria do Carmo Schwab Brandão, Alice Leoti Silva, Raphaella Costa Rodrigues

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

ISSN: 2448-3524

Qualis/CAPES: Classificação B5

Indexadores/Diretórios:

                           

                 

O site do Applied Tourism, assim como seu conteúdo, encontra-se sob a licença: