A ECONOMIA DA EXPERIÊNCIA APLICADA A WEBSITES: uma análise dos restaurantes premiados pelo Guia Michelin na cidade de São Paulo (BRA)

Pedro Henrique Drudi, Mariana Silva Lopes, Maria Henriqueta Sperandio Garcia Gimenes-Minasse

Resumo


Este artigo tem como objetivo propor uma análise de experiência em restaurantes através de websites. Para tanto busca-se fazer uma conexão entre as esferas da experiência propostas por Pine II e Gilmore (1999) a partir da adaptação do roteiro de experiência física em restaurantes desenvolvido por Gimenes, Fraiz e Gândara (2012) para o universo virtual. A aplicação do modelo adaptado foi testada nos treze restaurantes da cidade de São Paulo contemplados com estrelas na edição de 2016 do Guia Michelin Brasil – São Paulo e Rio de Janeiro. Dentre os principais resultados verificou-se que os websites conseguem, com sucesso, materializar a proposta da casa e antecipar a experiência que será vivenciada in loco. Contudo, verifica-se algumas lacunas informativas, bem como o pouco uso, por parte de alguns websites, de recursos interativos que poderiam enriquecer a experiência de navegação.


Palavras-chave


Alimentos e Bebidas; Experiência em websites; Marketing de Experiência; Restaurantes; Guia Michelin.



DOI: http://dx.doi.org/10.14210/at.v2n2.p78-110

Direitos autorais 2017 Pedro Henrique Drudi, Mariana Silva Lopes, Maria Henriqueta Sperandio Garcia Gimenes-Minasse

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

ISSN: 2448-3524

Qualis/CAPES: Classificação B5

Indexadores/Diretórios:

                           

                 

O site do Applied Tourism, assim como seu conteúdo, encontra-se sob a licença: