POSSIBILIDADES DO DESENVOLVIMENTO DO TURISMO ÉTNICO NAS COMUNIDADES QUILOMBOLAS DE DIAMANTINA/MG: OPORTUNIDADES E DESAFIOS

Elcione Luciana da Silva

Resumo


O conceito do turismo étnico vem se desenvolvendo nas últimas décadas e envolve a valorização cultural e possibilidade de promover diversas experiências e inter-relações entre visitantes e comunidades quilombolas. Este artigo versa sobre as comunidades quilombolas (Mata dos Crioulos, Vargem do Inhaí e Quartel de Indaiá – Diamantina/MG), que vêm sofrendo conflitos e pressões de ordem territorial, o que dificulta ainda mais a manutenção da cultura local. O objetivo desta pesquisa é sugerir o desenvolvimento do turismo étnico nas mesmas como forma de desenvolvimento local e valorização do patrimônio cultural material e imaterial. Para alcançar o resultado da pesquisa foram utilizadas referências bibliográficas e documentais.


Palavra-chaves: Turismo étnico; comunidades quilombolas; conflitos ambientais e territoriais.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14210/at.v1n1.p83-96

Direitos autorais 2016 Elcione Luciana da Silva

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

ISSN: 2448-3524

Qualis/CAPES: Classificação B5

Indexadores/Diretórios:

                                   

      

O site do Applied Tourism, assim como seu conteúdo, encontra-se sob a licença: