MICROCERVEJARIAS CATARINENSES E O TURISMO: da formação de tipologias do produto às aproximações com a atividade

Eddy Ervin Eltermann, Ângela Maria de Matos, Dávila Araújo da Silva

Resumo


A proposta deste artigo é estimular a discussão em torno da potencialidade turística concebida pelas microcervejarias catarinenses. Analisa-se aqui o ‘produto turístico’ com o enfoque na categorização da produção que se forma através do estabelecimento de marcos que caracterizem a concepção artesanal desta bebida. Emprega- se aqui o materialismo histórico dialético como ferramenta de pesquisa, seja na construção de um novo ideário sobre o tema ‘consumo de cerveja’, seja na compreensão histórica desse elemento ou na proposta de incorporação do consumo consciente de bebidas alcóolicas como elemento de lazer na sociedade, estando este, inserido no turismo. Nesse sentido, busca-se reconhecer a tipologia da produção catarinense para com base no Beer Judge Certi cation Program (BJCP) para que este reconhecimento possa servir como facilitador do turismo gastronômico em microcervejarias.

Palavras-chave: Microcervejarias; Beer Judge Certi cation Program (BJCP); Turismo Cervejeiro Catarinense. 


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14210/at.v1n2.p73-95

Direitos autorais 2016 Eddy Ervin Eltermann, Ângela Maria de Matos, Dávila Araújo da Silva

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

ISSN: 2448-3524

Qualis/CAPES: Classificação B5

Indexadores/Diretórios:

                                   

      

O site do Applied Tourism, assim como seu conteúdo, encontra-se sob a licença:

 

 Contato: