A COZINHA DE FUSÃO ENCONTRA O RIO: peixes nativos amazônicos como alternativa para a culinária japonesa

Hellen Christina de Almeida Kato, Luana de Sousa Oliveira, Érika da Silva Maciel, Alexandre Aires de Freitas

Resumo


A culinária japonesa, desde a década de 80, se expande no Brasil, conservando técnicas e ingredientes de sua origem combinadas a inovações relacionadas à culinária americana, sendo assim, bastante dependente de ingredientes importados. Através da cozinha de fusão, esse trabalho sugere o uso de espécies de peixes nativos cultivados na Amazônia como alternativa gastronômica para esse mercado. Foi realizado um experimento envolvendo chefs de cozinha amazônica e japonesa desenvolvendo seis preparações a base de pirarucu e tambaqui. Estas foram avaliadas por um painel treinado de 24 profissionais da aqüicultura e gastronomia japonesa. Avaliou-se a aceitação e seus atributos utilizando uma escala hedônica com aplicação de questionário estruturado de intenção de compra. Todos os pratos obtiveram ampla aceitação, tendo destaque o Teppan de pirarucu. Conclui-se que o uso dos peixes nativos de cultivo da Amazônia, tambaqui e pirarucu, é uma alternativa viável para a inovação da gastronomia japonesa no Brasil, através da culinária de fusão.

Palavras-chave: Amazônia; Cozinha fusion; Peixes de água doce. 


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14210/at.v1n2.p97-114

Direitos autorais 2016 Hellen Christina de Almeida Kato, Luana de Sousa Oliveira, Érika da Silva Maciel, Alexandre Aires de Freitas

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

ISSN: 2448-3524

Qualis/CAPES: Classificação B5

Indexadores/Diretórios:

                                   

      

O site do Applied Tourism, assim como seu conteúdo, encontra-se sob a licença: