O DIREITO E OS DIREITOS HUMANOS FRENTE À NANOTECNOLOGIA NA SOCIEDADE COMPLEXA DE RISCO E GLOBAL

Juliane Altmann Berwig, Wilson Engelmann

Resumo


O presente artigo objetiva abordar os Direitos Humanos nas suas
dimensões evolutivas e a sua relação com as novas tecnologias, especialmente a nanotecnologia. Neste sentido, dentre as dimensões dos Direitos Humanos, a Terceira está sendo desafiada a compreender suas facetas diante das inúmeras inovações nanotecnológicas em uma sociedade de risco e global. Ao mesmo tempo, o tradicional Direito está sendo criticado a transformar-se, sendo capaz de acompanhar as evoluções tecnológicas e resguardar os riscos humanos e ambientais. Diante disso, o artigo se utilizará da pesquisa bibliográfica como
metodologia e da matriz sistêmico-construtivista para abordar os Direitos Humanos em suas dimensões e evoluções na sociedade de risco de Niklas Luhmann, a fim de demonstrar as etapas evolutivas das dimensões dos Direitos Humanos e sua relação com os riscos da nanotecnologia. Ao final, concluir-se-á que a resposta para a proteção dos Direitos Humanos aos riscos nanotecnológicos deve partir de uma discussão internacional e não isoladamente nacional, diante na sociedade global conectada. Para tanto, é necessário desafiar o Direito a partir das experiências globais, flexíveis e transdisciplinares.


Palavras-chave


Nanotecnologia, Direitos Humanos; Sociedade de Riscos; Globalização.

Texto completo:

PDF

Referências


ALEMANHA. UMWELTBUNDESAMT. Nanotechnologie - Gesundheits- und Umweltrisiken

von Nanomaterialien, 2013. Disponível em:

files/medien/376/publikationen/erste_bilanz_zur_gemeinsamen_forschungsstrategie_der_

ressortforschungseinrichtungen_des_bundes_nanotechnologie_barrierefrei.pdf> Acesso em:26 abr. 2019.

ALVES, Oswaldo. Nanotecnologia, nanociência e nanomateriais: quando a distância entre

presente e futuro não é apenas questão de tempo. Revista Parcerias Estratégicas, Brasília,

n. 18, 2004. Disponível em: . Acesso em: 26 abr.2019.

BARRETTO, Vicente de Paulo. Biopoder e os limites éticos da sociedade tecnocientífica. In: O

Fetiche dos Direitos Humanos e outros Temas. 2. ed. rev. e ampl. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2013.

BARRETTO, Vicente de Paulo. O “admirável mundo novo” e a teoria da responsabilidade. In:

TEPEDINO, Gustavo e FACHIN, Luiz Edson (Coord.). O Direito e o Tempo: embates jurídicos

e utopias contemporâneas. Estudos em homenagem ao Professor Ricardo Pereira Lira. Rio de Janeiro: Renovar, 2008.

CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

DELMAS-MARTY, Mireille. Três desafios para um direito mundial. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2003.

DENNINGER, Erhard. Racionalidad tecnológica, responsabilidad ética y derecho posmoderno.

In: PÉREZ LUÑO, Antonio-Enrique (Org.). Derechos humanos y constitucionalismo ante el tercer mileno. Madrid: Marcial Pons, 1996.

DIREITOS HUMANOS. Declaração sob o uso e o progresso científico e tecnológico no

interesse da Paz e em beneficio da Humanidade. Disponível em:

br/direitos/sip/onu/bmestar/dec75.htm>. Acesso em: 26 abr. 2019.

DWORKIN, Ronald. Levando os Direitos a Sério. Tradução: Nelson Boeira. São Paulo: Martins

Fontes, 2002.

ENGELMANN, Wilson. A Nanotecnociência como uma Revolução Científica: os Direitos

Humanos e uma (nova) filosofia na Ciência. In: STRECK, Lenio Luiz e MORAIS, José Luis

Bolzan de. (Org.). Constituição, Sistemas Sociais e Hermenêutica: Anuário do Programa

de Pós-Graduação em Direito da UNISINOS: Mestrado e Doutorado. Porto Alegre: Livraria do

Advogado, 2010.

ENGELMANN, Wilson. As Nanotecnologias e a Gestão Transdisciplinar da Inovação. In:

ENGELMANN, Wilson (Org.). As Novas Tecnologias e os Direitos Humanos: os desafios e as

possibilidades para construir uma perspectiva transdisciplinar. Pinhais: Honoris Causa, 2011.

ENGELMANN, Wilson. O direito das nanotecnologias e a (necessária) reconstrução dos

elementos estruturantes da categoria do “direito subjetivio”. In: STRECK, Lenio Luiz; ROCHA,

Leonel Severo; ENGELMANN, Wilson (Org.). Constituição, Sistemas Sociais e Hermenêutica:

Anuário do Programa de Pós-Graduação em Direito da UNISINOS: Mestrado e Doutorado.

Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2014, n. 11.

ENGELMANN, Wilson. O Direito face as Nanotecnologias: novos desafios para a teoria jurídica

no século XXI In: WOLKMER, Antonio Carlos e LEITE, José Rubens Morato (Org.). Os “Novos”

Direitos no Brasil: natureza e perspectivas. 3. ed. São Paulo: Saraiva, 2016.

ENGELMANN, Wilson; WILLIG, Júnior Roberto. Inovação no Brasil: entre os riscos e o marco

regulatório. Jundiaí: Paco Editorial, 2016.

FAUNCE, Thomas Alured. Nanotechnology in Global Medicine and Human Biosecurity: Private

Interests, Policy Dilemmas and the Calibration of Public Health Law. Journal of Law, Medicine

and Ethics, v. 35, n. 4, p. 629-642, 2007. Disponível em: .

Acesso em: 26 abr. 2019.

FROSINI, Vittorio. Los derechos humanos en la era tecnológica. In: PÉREZ LUÑO, Antonio-

Enrique (Org.). Derechos humanos y constitucionalismo ante el tercer mileno. Madrid:

Marcial Pons, 1996.

INTERNATIONAL CENTER FOR TECHNOLOGY ASSESSMENT (ICTA). NANOACTION PROJECT.

Principles for the Oversight of Nanotechnologies and Nanomaterials. Disponível

em:. Acesso em: 26 abr. 2019.

LIMBERGER, Têmis. Estado, administração, novas tecnologias e direitos humanos: como

compatibilizá-los? In: STRECK, Lenio Luiz; ROCHA, Leonel Severo; ENGELMANN, Wilson (Org.).

Constituição, Sistemas Sociais e Hermenêutica: Anuário do Programa de Pós-Graduação em

Direito da UNISINOS: Mestrado e Doutorado. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2012, n. 9.

LIMBERGER, Têmis; BUNCHAFT, Maria Eugenia. Novas Tecnologias, esfera pública e minorias

vulneráveis. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2016.

LUHMANN, Niklas. Los derechos fundamentales como institución (Aportación a la

sociología política). México: Universidad Iberoamericana, 2010.

MARTINS, Paulo Roberto; ENGELMANN, Wilson. A questão ambiental e suas implicações

sociais: algumas considerações sociológico-jurídicas. In: ROSSI, Alexandre; CRESTANA, Silvio;

CASTELLANO, Elisabete Gabriela (editores técnicos). Direito Ambiental, Brasília: Embrapa,

, v.2: Direitos fundamentais e o direito ambiental.

NANOTECHNOLOGY PRODUCTS DATABASE (NPD). Source of information about

nanotechnology products. Disponível em: . Acesso em: 26

abr. 2019.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS (ONU) Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Disponível em: Acesso em: 26 abr. 2019.

PASCHOALINO, Matheus et al. Os nanomateriais e a questão ambiental. Revista Química

Nova, v. 33, n.2, p.421-430, 2010. Disponível em:

arttext&pid=S0100-40422010000200033> Acesso em: 26 abr. 2019.

PÉREZ LUÑO, Antonio Enrique. Los derechos humanos en la sociedade tecnológica. Madrid:

Universitas, 2012.

PÉREZ LUÑO, Antonio-Enrique. Derechos humanos y constitucionalismo en la actualidad:

continuidade o cambio de paradigma?. In: PÉREZ LUÑO, Antonio-Enrique (Org.). Derechos

humanos y constitucionalismo ante el tercer mileno. Madrid: Marcial Pons, 1996.

ROCHA, Leonel Severo; MARTINI, Sandra Regina. Teoria e prática dos sistemas sociais e

direito. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2016.

SCHEIDWEILER, Cláudia Maria Lima. Manipulação da vida, avanços tecnológicos e direitos

humanos. In: PIOVESAN, Flávia (Coord.). Direitos humanos. Curitiba: Juruá, 2011.

TEUBNER, Gunther. The anonymous matrix: human rights violations by ‘private’ transnational

actors. The Modern Law Review, v. 69, p. 327–346, 2006. Disponível em:

abstract=893106>. Acesso em: 26 abr. 2019.

THE ROYAL SOCIETY & THE ROYAL ACADEMY OF ENGINEERING (ROYAL SOCIETY).

Nanoscience and nanotechnologies: opportunities and uncertainties. Disponível em:

pdf>. Acesso em: 26 abr. 2019.

UNESCO. Declaração Universal sobre Bioética e Direitos Humanos. Disponível em:

unesdoc.unesco.org/images/0014/001461/146180por. pdf> Acesso em: 26 abr. 2019.

VULCANIS, Andréa. Direitos fundamentais e meio ambiente. In: PIOVESAN, Flávia (Coord.).

Direitos humanos. Curitiba: Juruá, 2011.

WOLKMER, Antonio Carlos. Introdução aos Fundamentos de uma Teoria Geral dos “novos”

Direitos. In: WOLKMER, Antonio Carlos e LEITE, José Rubens Morato (Org.). Os “Novos”

Direitos no Brasil: natureza e perspectivas: uma nova visão básica das novas conflituosidades

jurídicas. São Paulo: Saraiva, 2013.




DOI: http://dx.doi.org/10.14210/nej.v24n2.p589-615