A DECISÃO JUDICIAL ANALISADA SOB O ENFOQUE DA CRÍTICA DE CHARLES SANDERS PEIRCE À TRADIÇÃO DO CARTESIANISMO

Marcos Antônio Striquer Soares

Resumo


Analisa a decisão judicial a partir das críticas de Peirce à tradição do cartesianismo. Tem como objetivo a crítica à decisão judicial produzida dentro dessa tradição, para averiguar suas limitações e carências, na busca de sua legitimidade. A referência utilizada é a crítica desenvolvida por Peirce à tradição do cartesianismo. Desenvolve explicações sobre as construções de Descartes, para tratar da intuição, verdadeira mola propulsora do conhecimento nessa tradição, chegando às explicações de Kant. Apresenta, então, as críticas de Peirce a essa tradição. Verifica, depois, a aplicação das críticas de Peirce à decisão judicial, tocando os pontos nos quais esta se enquadra na tradição do cartesianismo, o que dificulta o reconhecimento de sua legitimidade. Constata que a sentença judicial, nessa tradição, embora produzida por raciocínio lógico, não explica a origem de suas premissas, impondo soluções que atraem a autoridade, a partir de uma linha inferencial única.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14210/nej.v17n3.p438-455