A MEDIAÇÃO DE CONFLITOS E A SEGURANÇA PÚBLICA – O RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA

Lília Maia de Morais Sales, Vita Caroline Mota Saraiva

Resumo



Diante do atual panorama de segurança pública cidadã em que se inserem práticas policiais inclusivas e democráticas, a mediação de conflitos destaca-se como um mecanismo de resolução consensual de conflitos sociais e interpessoais originados nas comunidades e nas regiões urbanas brasileiras. o trabalho estudará a experiência de implantação do Núcleo de Mediação Policial do 30º distrito de Polícia Civil de fortaleza, desenvolvido em função do projeto piloto “A Mediação de Conflitos como Instrumento de Inclusão e de Pacificação Social: A proposta da Implementação da Mediação na Secretaria de Segurança Pública do Estado do Ceará”. Para tanto, utilizar-se-á de pesquisa bibliográfica, documental e de campo. Ao longo do trabalho, a mediação se apresentará como um eficiente meio de resolução de conflitos no âmbito policial por introduzir o exercício do diálogo e a prevenção da violência, ressaltando a importância da confiança e da cooperação estabelecidas entre polícia e comunidade para uma cultura de paz.

PALAVRAS-CHAVE: Segurança Cidadã. Mediação de Conflitos. Diálogo. Prevenção da Violência. Cultura de Paz.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14210/nej.v18n1.p23-35

A NEJ está indexada nas seguintes bases de dados, que cooperam na divulgação do material: CAPES periódicos; LATINDEX; Base de dados da Rede Virtual de Bibliotecas Congresso Nacional - RVBI; IBICT; CrossRef - Digital Object Identifier Registration Agency of the International DOI Foundation; vLex; Google Acadêmico e REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico).