O DEBATE BIOÉTICO EM TORNO À IDEIA DE PESSOA HUMANA

Edna Raquel Hogemann

Resumo


O presente ensaio promove uma análise a respeito das diversas concepções e distinções relativas à concepção bioética de pessoa humana, tendo em conta o pressuposto básico de que as diversas ideias de pessoa supõem-se apresentadas em correspondência a épocas ou sociedades determinadas e que dessa maneira devem ser consideradas. Pretende a autora, por meio da utilização do método dialético, identificar os aspectos contraditórios, impregnados do contexto socioeconômico, cultural e ideológico subjacentes à discussão que dá origem à presente reflexão. O tema é desenvolvido enfocando o fenômeno sob perspectiva histórica e diacrônica. Examina a origem e aponta as distinções conceituais entre ser humano, homem, indivíduo e pessoa humana; entre indivíduo, individualidade, subjetividade e personalidade e analisa as diversas concepções sobre pessoa humana, a saber: a concepção religiosa de São Tomás de Aquino, influenciada por Boécio, a concepção racional de Kant, a ideia de pessoa e alteridade em Lèvinas, para findar discorrendo sobre os aspectos fundamentais e inovadores no humanismo levinasiano e as implicações jusfilosóficas ligadas à ideia de pessoa humana.

PALAVRAS-CHAVE: Fundamentos. Pessoa humana. Bioética.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14210/nej.v18n1.p100-118