Submissões

Submissões Online

Já possui um login/senha de acesso à revista Revista Alcance?
Acesso

Não tem login/senha?
Acesse a página de cadastro

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso.

 

Diretrizes para Autores

Diretrizes para submissões de artigos (Atualizado em 30/07/2018)

Condições gerais
Antes de submeterem os manuscritos para avaliação, os autores devem estar cientes, e confirmarem que:
- Os conceitos, opiniões e ideias publicados nos trabalhos são de inteira e única responsabilidade de seu(s) autor(es).
- Os manuscritos submetidos à Alcance são inéditos. Sendo que, os trabalhos publicados em anais de encontros científicos, como congressos, seminários, simpósios etc. são considerados inéditos.
- Os manuscritos não estão em processo de avaliação em nenhum outro veículo de publicação, durante todo o processo de avaliação.
- Número máximo de autores por artigo: 4.
- Anonimato dos autores em todos os documentos submetidos, exceto Carta para o Editor.

Preparando a submissão
- Os artigos e documentos serão submetidos somente por meio de formulário eletrônico disponível no site da revista (https://siaiap32.univali.br/seer/index.php/ra).
- Os autores devem preencher corretamente seus dados no sistema de submissão, essas informações são indispensáveis no momento de publicação.
- Submissões em desacordo com as normas ou incompletas serão devolvidas aos autores.

A submissão de um manuscrito inclui (itens obrigatórios):
1) Uma carta ao editor (anexar em Documentos Suplementares) -
(https://docs.google.com/document/d/1oaCIJ9X5PgJRcvR2rW7ys5_RlM3gfBBYULAHR-uTemQ/edit?usp=sharing);
2) Inserir os dados completos dos autores (como filiação institucional, e-mail, endereço, telefone e número de registro ORCID iD (obrigatório));
3) O manuscrito principal em formato Word, deve conter título e resumo em português, em inglês e em espanhol;
4) O instrumento de pesquisa utilizado para coleta de dados (anexar em Documentos Suplementares);
(Instrumento de coleta de dados (tanto de pesquisas qualitativas quanto quantitativas), como: questionário e/ou roteiro de entrevista completo aplicado, traduções e adequação de instrumentos estrangeiros adotados.)

Os demais documentos (anexar em Documentos Suplementares).


Características principais do manuscrito
- Estilo direto, concreto, objetivo. Evitem uso de siglas, incluindo nome de variáveis no texto e nas tabelas. O nome da variável deve ser autoexplicativo, direto e imediato. Leitores devem, facilmente, compreender o que está sendo discutido.
- A revista oferece espaço de 7.000 a 9.000 palavras (incluindo título, resumo, implicações práticas, texto central, tabelas, figuras e referências). O objetivo é a comunicação dos resultados do estudo. O uso de um estilo mais direto, porém não superficial, deve ser preferido. Uso equilibrado de aposto, frases curtas, sujeito identificado e expressões construídas com clareza são imprescindíveis.
- O manuscrito pode ser submetido em português, em inglês ou em espanhol. Sempre acompanhado do resumo e título no segundo e terceiro idioma.
- Conteúdo do manuscrito: Título (português, inglês e espanhol), Resumo (de 160 a 180 palavras) e três Palavras- chave (português, inglês e espanhol).
- Citações e Referências na norma da American Psychological Association (APA)
Link: https://drive.google.com/file/d/1V_Rvf7xAm-SMsexsJpVXHmlkX5s_uCcU/view?usp=sharing.
- O arquivo deve ser enviado em formato editável, como Word 6.0 ou superior.

Formato
- O editor de texto aceito é o Word 6.0 ou superior;
- Fonte: Times New Roman, tamanho 12;
- Espaçamento entre linhas: simples;
- Alinhamento justificado;
- Margens: superior e esquerda – 3 cm, inferior e direita – 2 cm;
- Número de palavras, incluindo título, resumo, texto, referências e ilustrações: entre 7.000 a 9.000 palavras.
- Número máximo de autores por artigo: 4.

As citações devem ser feitas no corpo do texto no sistema autor-data, incluindo os números de páginas (quando for o caso), conforme normas da APA (https://drive.google.com/file/d/1V_Rvf7xAm-SMsexsJpVXHmlkX5s_uCcU/view?usp=sharing). As referências completas das obras citadas deverão ser apresentadas em ordem alfabética ao final do texto, conforme norma APA. As ilustrações tais como figuras e tabelas, devem ser elaboradas segundo a norma APA, sempre em preto e branco, juntamente com legendas, créditos e fonte. Caso haja ilustrações importadas de outros programas, como o Excel e Power Point, enviar também o arquivo de origem, nos documentos suplementares.

As notas de referência e explicativas devem ser evitadas. Quando essas notas forem estritamente necessárias, devem ser numeradas sequencialmente no corpo do texto e inseridas no final do texto. Além disso, siglas ao longo do texto também devem ser evitadas. O autor deve avaliar a necessidade do uso de siglas, se pouco usada talvez não seja necessária. Não é permitido o uso de siglas em tabelas.

O manuscrito deverá ser submetido em um arquivo contendo o texto do artigo, ou o documento propriamente dito, com as características descritas a seguir. Na primeira página deverão constar:
- Título (em português, inglês e espanhol);
- Resumo, contendo entre 160 a 180 palavras (em português, inglês e espanhol);
- Entre três e cinco palavras-chave (em português, em inglês e em espanhol).

A partir da segunda página, deve vir o corpo do artigo ou documento. A fim de garantir o anonimato do processo de avaliação, o(s) autor(es) não deve(m) se identificar no corpo do artigo ou documento.

DIRETRIZES PARA ARTIGO

Não há exigências rígidas de formato, mas todos os artigos devem conter os elementos essenciais necessários para comunicar o argumento do manuscrito. Usualmente os artigos são estruturados por meio das seções Introdução, Referencial Teórico, Procedimentos Metodológicos, Resultados e Discussão e Conclusão.

INTRODUÇÃO: espera-se que os autores apresentem, não necessariamente na ordem a seguir:
- O objetivo do artigo;
- A lacuna identificada na literatura que está sendo preenchida pelo artigo;
- Justificativas para a importância da lacuna;
- Explicações a respeito de como o artigo preenche a lacuna;
- Uma breve descrição dos aspectos metodológicos;
- Uma síntese dos resultados e suas implicações teóricas inovadoras;
- Uma breve apresentação das próximas seções do artigo.

REFERENCIAL TEÓRICO: apresentar uma síntese dos estudos anteriores diretamente relacionados ao fenômeno de pesquisa, abarcando artigos científicos nacionais e internacionais, com destaque para as lacunas no conhecimento; apresentação da(s) teoria(s) que sustenta(m) o estudo, com ênfase na definição dos seus principais conceitos. É importante enfatizar que a seção teórica deve ampliar o conhecimento a respeito do fenômeno, e não repetir a apresentação de teorias já publicadas em outros artigos.

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS: apresentar informações detalhadas. A ênfase deve ser colocada na descrição de como o estudo foi realizado, e sugerimos fortemente evitar o uso de taxonomias que não permitem entender ao leitor o que efetivamente foi realizado.

RESULTADOS E DISCUSSÕES: espera-se que os autores explorem o significado dos resultados obtidos, e não apenas os apresentem de forma estanque. O contraste com a literatura é importante, mas recomendamos evitar o uso extensivo de citações e discussão de artigos já publicados. É fundamental discutir as limitações do estudo, as ameaças à robustez dos resultados e os eventuais procedimentos que tenham sido adotados para limitar o impacto de tais ameaças.

CONCLUSÃO: enfatizar o significado dos resultados, e não repetir a sua apresentação. É esperado que os autores discutam as implicações teóricas dos resultados obtidos, no sentido de destacar como os autores esperam que a pesquisa futura seja impactada pelos resultados obtidos no artigo, e quais oportunidades de pesquisa se abrem a partir dos resultados encontrados. A seção de conclusão deve obrigatoriamente incluir uma discussão das implicações práticas dos resultados obtidos com o estudo.


DIRETRIZES PARA CASOS DE ENSINO

Deverão apresentar as seguintes características:

Formato
Seguir o formato informado acima, com exceção do número de palavras.
- Mínimo: 5.000 palavras
- Máximo: 7.000 palavras

TÍTULO: Deve refletir o conteúdo do caso e ser objetivo

ABAIXO do título devem constar, em sequência:

RESUMO: em português (com no máximo 200 palavras), espaçamento entrelinhas simples, contendo: objetivo e descrição sumária da situação real em exame e principais conclusões.
Palavras chave: três (em português, separadas por ponto e vírgula)

ABSTRACT: em inglês (com no máximo 200 palavras), espaçamento entrelinhas simples, contendo: objetivo e descrição sumária da situação real em exame e principais conclusões.
Key words: três (em inglês, separadas por ponto e vírgula)

RESUMEN: em espanhol (com no máximo 200 palavras), espaçamento entrelinhas simples, contendo: objetivo e descrição sumária da situação real em exame e principais conclusões.
Palabras claves: três (em espanhol, separadas por ponto e vírgula)


INTRODUÇÃO: Texto visando elucidar a quem se destina o caso, por exemplo, empresa ou setor (comentando brevemente sobre o mesmo) e contendo uma contextualização do tema escolhido (o conteúdo que levou a construção do caso).

DESCRIÇÃO DO CASO: As informações poderão estar subdivididas em tópicos, conforme o autor achar conveniente. Relatar as principais informações sobre o caso tais como, mercado de atuação; produtos e serviços oferecidos; breve histórico; localização e estrutura organizacional; principais concorrentes; clientes e fornecedores, etc., de acordo com a temática do caso.

Notas de ensino

1. OBJETIVOS EDUCACIONAIS
O caso pode contemplar mais de um tema a ser trabalhado em uma aula, dependendo das informações contidas no mesmo. Nesse sentido é importante comentar que temas serão trabalhados em uma aula em que o caso venha a ser utilizado. Em que disciplinas o caso se encaixa? Nível dos alunos a quem o caso se destina (graduação? mestrado? formação executiva?).

2. FONTES DE DADOS
Comentar sobre os procedimentos metodológicos em termos de fontes (primárias e secundárias), instrumentos e formas de coleta dos dados.

3. QUESTÕES PARA DISCUSSÃO
Devem ser propostas pelo menos 02 questões que estimulem a discussão em sala de aula e que tenham como base o conteúdo teórico principal descrito nos objetivos educacionais.

4. REVISÃO DE LITERATURA e ANÁLISE
Neste item deve constar uma revisão da literatura atual relativa aos fundamentos teóricos sobre o tema e sub-temas abordados no caso, bem como a análise do caso (discussão) . Podem ser separados em subitens dependendo do conteúdo teórico a ser explorado.

5. REFERÊNCIAS
Relacionar as obras usadas no Caso e nas Notas de Ensino utilizando as normas vigentes da American Psychological Association (APA) para referências.

6. BIBLIOGRAFIAS RECOMENDADAS
Incluir as referências que são interessantes para que o aluno consiga ter informações suficientes do arcabouço teórico a fim de resolver o caso.

7.APÊNDICES E ANEXOS
Quando for necessário


ESCLARECIMENTOS:
a) Conceitos de ‘Caso para Ensino’
Casos são relatos de experiências vivenciadas por organizações, de interesse científico no campo da Administração, adaptados para uso didático. Um caso deve descrever uma situação em exame e propor questões para reflexão, com o objetivo de analisar decisões tomadas por uma organização que a conduziram ao momento em questão e, assim, contribuir para o aperfeiçoamento de suas ações, além de proporcionar oportunidade para aprimorar o processo de ensino-aprendizagem.

b) Critérios e características técnicas:
Os Casos para Ensino em Administração devem estar de acordo com os seguintes critérios e características técnicas:
1. Atualidade do caso: O(s) autor(es) de casos deve(m) considerar que o seu principal objetivo é didático, o que significa que deve(m) focar: (1) na apresentação da natureza da situação organizacional em questão; (2) na descrição dos fatos que consolidam tal situação empresarial; (3) na apresentação sintética dos objetivos educacionais do caso; (4) na descrição sumária da forma de obtenção dos dados que compõem o caso; (5) na indicação do público que faria melhor uso do caso.
2. Existem dois tipos de casos de ensino: (1) Caso real: baseado em trabalho de campo na(s) empresa(s) mencionada(s) no caso, e/ou em dados secundários (citar as fontes). (2) Armchair case: baseado em experiência de consultoria; os autores devem enviar uma declaração afirmando que o caso é fruto de suas experiências como consultores.
3. Na descrição do caso não cabem Referências. Elas devem aparecer nas Notas de Ensino por ocasião da revisão de literatura e/ou se o autor quiser recomendar leituras pertinentes com a situação descrita no caso. As referências deverão ser apresentadas no corpo do texto, incluindo o sobrenome do autor da fonte, a data de publicação e o número de página (se for o caso), conforme normas da APA. Referências completas do(s) autor(es) citados deverão ser apresentadas em ordem alfabética, no final do texto, de acordo com as normas da APA.
4. Notas não devem ser inseridas no rodapé. Use-as o menos possível, numerando-as sequencialmente no corpo do texto, e as apresente no final do caso, antes das Referências.
5. Qualquer que seja o tipo de caso, os autores devem enviar uma carta assinada por um executivo da(s) empresa(s) mencionada(s), autorizando a publicação do caso. As empresas focalizadas nos casos de ensino podem ter seus nomes disfarçados, porém o disfarce não elimina a necessidade do envio da autorização de publicação.

(1) As normas apresentadas acima foram adaptadas do periódico Revista de Administração Contemporânea (RAC) da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração (ANPAD).

 

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.

  1. Os conceitos, opiniões e ideias publicados nos trabalhos são de inteira e única responsabilidade de seu(s) autor(es).
  2. Os manuscritos submetidos à Alcance são inéditos. Sendo que, os trabalhos publicados em anais de encontros científicos, como congressos, seminários, simpósios etc. são considerados inéditos.
  3. Os manuscritos não estão em processo de avaliação em nenhum outro veículo de publicação, durante todo o processo de avaliação.
  4. Número máximo de autores por artigo: 4.
  5. Anonimato dos autores em todos os documentos submetidos, exceto Carta para o Editor.
 

Declaração de Direito Autoral

Neste termo de responsabilidade certifico(amos) que participei(amos) da elaboração do artigo anexo, desta forma tornando pública a minha(nossa) responsabilidade pelo seu conteúdo. Declaro(amos) que não omitimos quaisquer ligações ou acordos de financiamento entre eu (nós) e entidades e / ou instituições que possam ter interesse na publicação deste artigo. Certifico(amos) que o artigo é original e que o trabalho, no todo ou em parte, ou qualquer outro trabalho com conteúdo substancialmente similar, de minha (nossa) autoria, não foi enviado a outro periódico e não será enquanto sua publicação estiver sendo considerada pela Revista Alcance, em qualquer formato (impresso ou eletrônico). Neste termo de consentimento, os autores relacionados dão permissão a  Revista Alcance, no caso de aprovação pelo Conselho Editorial dessa, para a publicação do artigo anexo em cópia eletrônica em edição regular da revista, e para o envio a base de dados.

 

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou é terceiros.