ENTRE HIERARQUIA E MERCADO: ANÁLISE DA COMPETIÇÃO NO SETOR DE POSTOS DE COMBUSTÍVEIS DA GRANDE FLORIANÓPOLIS

André Luís da Silva Leite, Edgar Augusto Lanzer, Fernando Antônio Ribeiro Serra

Resumo


O processo de desregulamentação no setor de varejo de combustíveis na década de 1990 gerou uma série de mudanças como por exemplo, a desvinculação contratual dos postos com as distribuidoras, criando os postos ‘bandeira branca’ e a liberalização dos preços no varejo. Este artigo visa a estudar, tendo como base teórica a Economia dos Custos de Transação, o processo de competição no setor de combustíveis da Grande Florianópolis (SC). A proposição central do artigo é de que a desregulamentação, ou seja, a mudança no ambiente institucional implicou o aumento das incertezas e, consequentemente, dos custos de transação. Assim, três movimentos distintos foram observados: uma maior concentração de mercado; prática de cartel; a integração vertical parcial, i.e., o estabelecimento de contratos de exclusividade entre postos e distribuidoras.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14210/alcance.v16n1.p045-061

Direitos autorais 2009 Revista Alcance

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.