GOVERNANÇA DE REDES INTERORGANIZACIONAIS E NÍVEIS DE CONTROLE FORMAL: ATIVIDADES DE GESTÃO DO CONHECIMENTO EM UMA REDE DO TERCEIRO SETOR

Queila Regina Souza, Carlos Olavo Quandt

Resumo


A incorporação de teorias de gestão de conhecimento na análise de estruturas organizacionais complexas estimula o desenvolvimento de novas abordagens sobre governança de redes interorganizacionais. Entre os desafios da governança de redes está a manutenção de baixos níveis de controle formal em ambientes cooperativos. Através do mapeamento de atividades operacionais de gestão do conhecimento, o estudo de uma rede interorganizacional com fins sociais, o COEP-PR, constatou implicações dos padrões de interação dos atores sobre os níveis de formalidade dos mecanismos de controle existentes. A metodologia de análise de redes sociais possibilitou a avaliação da aplicabilidade de uma ferramenta metodológica formal na descrição de fenômenos sócio-organizacionais complexos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14210/alcance.v14n2.p207-230

Direitos autorais 2008 Revista Alcance

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.