RESILIÊNCIA E EXPATRIAÇÃO: DAS ADVERSIDADES À DINÂMICA DO COMPORTAMENTO RESILIENTE DE EXPATRIADOS

Laura Alves Scherer, Italo Fernando Minello

Resumo


A resiliência consiste em um processo dinâmico em que um indivíduo, ao vivenciar uma adversidade, busca enfrentar e se adaptar, como pode ocorrer com expatriados que vivenciam situações de estresse ao irem para outro país. Assim, este artigo tem como objetivo analisar o comportamento resiliente de brasileiros expatriados na China diante da experiência de expatriação. Trata-se de uma pesquisa qualitativa e exploratória. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com doze expatriados brasileiros na China, as quais foram analisadas sob a luz da técnica de análise de conteúdo. As categorias definidas a priori foram: situações de adversidade e dinâmica do comportamento resiliente. Como resultados, destaca-se que a maioria das adversidades estava relacionada a aspectos pertencentes à cultura do país de expatriação. Em um primeiro momento a reação espontânea dos expatriados era a negação e, com o tempo, a aceitação, culminando no sentimento de adaptação durante esta experiência. Ressalta-se a oscilação entre momentos de estabilidade emocional e momentos de angústia e isolamento. Este fato vai ao encontro da curva de adaptação e aculturação do expatriado, que demonstra o movimento dos sentimentos e comportamento do indivíduo no estrangeiro, o que pode ser relacionado à dinamicidade do comportamento resiliente dos expatriados, ora positivo, ora negativo.

Palavras-chave


resiliência; comportamento resiliente; expatriação.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14210/alcance.v24n3(Jul/Set).p329-349

Direitos autorais 2017 Revista Alcance

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.