REQUISITOS-CHAVE DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS INOVADORAS: A EXPERIÊNCIA DE CAMPO DE AGENTES LOCAIS DE INOVAÇÃO

LUCIANA GRACI RODELA

Resumo


O objetivo deste trabalho é indicar e discutir quais fundamentos práticos fazem com que as micro e pequenas empresas (MPE) sejam inovadoras, fortalecidas e atuais. A discussão teve como base a experiência de campo de 18 agentes locais de inovação, profissionais capacitados pelo SEBRAE, bolsistas do CNPq, que acompanharam mensalmente, por dois anos, um total inicial de 784 MPE do estado de São Paulo. Os agentes realizaram diagnósticos da gestão e da inovação nas empresas participantes e, com base nesses estudos, propuseram planos de ação direcionados a melhorar suas capacidades competitivas. A implantação de inovações foi monitorada sistematicamente e observada suas evoluções nesse período em cada empresa. A autora do presente trabalho orientou a seleção e a organização dos dados de campo para elaboração de artigos dos agentes. Durante as orientações, foram estimuladas reflexões sobre as principais situações que contribuíram e que dificultaram o desenvolvimento da inovação nas empresas acompanhadas, bem como foi aplicado questionário para mensurar a experiência empírica. Revelam-se indicativos requeridos para estabelecimento e manutenção da inovação em MPE.

Palavras-chave


Micro e Pequenas Empresas. Inovação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14210/alcance.v24n4(Out/Dez).p476-494

Direitos autorais 2018 Revista Alcance

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.