A Influência da Cultura Organizacional de uma IES no Processo de Interação Universidade - Empresa

Dusan Schreiber, Ivan Antônio Pinheiro

Resumo


O contexto atual obriga as empresas a priorizar o investimento em P&D, em valores cada vez mais
relevantes. As instituições de ensino detêm o conhecimento técnico, pessoal especializado e infraestrutura
laboratorial de alto nível. Os governos criam mecanismos para fomentar a consolidação do parque fabril
local, com a geração de empregos e de renda. Desta convergência de motivos e necessidades dos três
atores, surgiu a confi guração do modelo denominado “Hélice Tripla”. No entanto verifi ca-se que o nível
de interação está aquém do esperado. Esta constatação motivou a realização da pesquisa, por meio do
estudo de caso único e modelo teórico de Souza (1978), com o objetivo de avaliar o grau de infl uência da
cultura organizacional sobre o processo de transferência tecnológica. A análise foi desenvolvida em uma
grande universidade privada do sul do Brasil com um grupo de pesquisadores e docentes de seis cursos
tecnológicos. As evidências que emergiram da pesquisa facultaram a confi rmação da referida hipótese.
PALAVRAS-CHAVE: Hélice-Tripla, Cultura Organizacional, Transferência Tecnológica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14210/alcance.v18n3.p258-270

Direitos autorais 2011 Revista Alcance

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.