A SÍNDROME DE BURNOUT E O TRABALHO DE TÉCNICOS DE ENFERMAGEM EM UM HOSPITAL PRIVADO

Caissa Veloso e Sousa, Janaína Michelle Santos Cabral, Nayara Kelly Batista

Resumo


Este estudo objetivou analisar como se encontram configuradas as variáveis da Síndrome de Burnout em técnicos de enfermagem de um hospital privado localizado na cidade de Belo Horizonte - MG. A abordagem teórica ancorou-se em aspectos relacionados à influência do trabalho na vida do ser humano e suas consequências para o indivíduo, como o estresse e a Síndrome de Burnout. Em termos metodológicos, a pesquisa foi descritiva, de abordagem qualitativa. Foram entrevistados 10 técnicos em enfermagem de um hospital privado. Os resultados demonstraram o desgaste emocional enfrentado por estes profissionais, como também o sentimento de querer abandonar a profissão. A família foi utilizada como uma estratégia no combate ao sofrimento e, a despersonalização, uma das variáveis que caracteriza a síndrome, se mostrou reduzida em relação aos profissionais estudados.

Palavras-chave


Síndrome de Burnout. Técnicos em enfermagem. Sofrimento do trabalhador.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14210/alcance.v26n1(Jan/Abr).p061-076

Direitos autorais 2019 Revista Alcance

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.