QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO E ATIVIDADE FÍSICA: ESTUDO EM UMA INSTITUIÇÃO FEDERAL DE ENSINO

Jefferson Lopes La Falce, Silvana Nahas Ribeiro, Ludmila de Vasconcelos Machado Guimarães, Cristiana Fernandes De Muylder

Resumo


Este artigo teve como objetivo analisar a relação entre qualidade de vida no trabalho (QVT) e atividade física, considerando que a atividade física tem sido apontada como um dos fatores desencadeadores da QVT. Utilizou-se uma pesquisa descritivo-quantitativa realizada em uma instituição de ensino público federal. A amostra deste estudo foi constituída por 336 servidores públicos federais. Os dados foram coletados por meio de um questionário aplicado via e-mail entre os meses de abril e maio de 2016. Foi possível identificar que não existem diferenças estatísticas significativas quando se comparam os níveis de atividade física e de qualidade de vida no trabalho dos servidores pesquisados, o que pode indicar que programas organizacionais que envolvem atividades físicas podem não ter o impacto esperado na qualidade de vida do trabalhador. O presente estudo apresenta contribuições práticas, visto que fornece dados sobre a QVT dos servidores da instituição estudada. Dessa forma, a instituição poderá realizar ações e programas de QVT considerando tais diferenças. Pesquisas qualitativas e quantitativas com metodologia probabilística são indicadas como sugestões de futuros trabalhos.

Palavras-chave


Qualidade de vida no trabalho. Atividade física. Gestão pública.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14210/alcance.v27n1(Jan/Abr).p114-128

Direitos autorais 2020 Revista Alcance

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.