O CONSUMO DE MÚSICA DIGITAL NA ÓTICA DA ACEITAÇÃO E O USO DA TECNOLOGIA

MARLUSA DE SEVILHA GOSLING, DIEGO ROCHA RIBEIRO DE SOUZA, IURY TEIXEIRA DE SEVILHA GOSLING, HUMBERTO ELIAS GARCIA LOPES, DANIEL CARVALHO DE REZENDE

Resumo


Ao longo do tempo, a música faz parte integral da história da humanidade. Pode-se, dentre as várias abordagens possíveis, estudá-la como forma de entretenimento. Nos tempos atuais, o streamming tem se tornado uma tendência no consumo de música, o objetivo deste trabalho foi identificar que fatores influenciam a intenção de consumo de música digital, tomando-se como base as teorias de aceitação e o uso da tecnologia. Para tanto, foi feita uma pesquisa mista, sendo os respondentes usuários de alguma plataforma de serviços de disponibilização de músicas. A fase qualitativa, com entrevistas semiestruturadas submetidas à análise de conteúdo, visou identificar novos atributos, que não estão presentes na proposta do modelo de adoção e uso de tecnologia (UTAUT2). A fase posterior, quantitativa, foi desenvolvida para testar hipótese de um modelo aqui chamado de utaut2 modificado e contou com 227 respondentes. Os dados coletados foram analisados por meio do software SPSS, versão 19. Dentre os principais resultados, destaca-se a constatação de que os usuários de música digital utilizam esse tipo de serviço pela Motivação Hedônica, o Contexto, a Influência Social, o Valor Percebido, a Expectativa de Esforço e a Expectativa de Desempenho.

Palavras-chave


UTAUT2; TAM; Música digital; Streaming.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14210/alcance.v26n3(Set/Dez).p261-278

Direitos autorais 2019 Revista Alcance

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.