O Que “Eu” Sou Nós “Combinamos” no Nosso “Encontro”: Uma Busca pela Compreensão do “Eu” em Comunidades Virtuais de Marca

Grayci Kelli Alexandre de Freitas, André Luiz Maranhão de Souza Leão

Resumo


Mudanças na sociedade, na comunicação, consumo e organização social, desde a modernidade,
transformaram muitos conceitos embasadores da compreensão a respeito das pessoas e de suas relações
sociais, principalmente de consumo. Extraímos deste quadro as interações virtuais das pessoas e a
construção do “eu”, cujo uso massivo da internet e das comunidades virtuais, destacadas as de marca,
conduzem ao objetivo deste ensaio teórico: propor que em comunidades virtuais de marca, as pessoas
utilizam signos marcários como mediadores para construção de suas faces. Para tanto, utilizamos duas
importantes perspectivas sobre o “eu”, afunilamos conceitos imbricados nessa proposição, passando pelos
de marca, comunidades, comunidades virtuais e, fi nalmente, comunidades virtuais de marca, concluindo,
porém, sem a pretensão de encerrar o debate.
PALAVRAS-CHAVE: eu; marcas; comunidades.

Texto completo:

Sem título () PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14210/alcance.v18n2.p155-166

Direitos autorais 2011 Revista Alcance

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.