A INTERNALIZAÇÃO DE PRÁTICAS DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL EM EMPRESAS DO SETOR DE ENERGIA DE SANTA CATARINA

Sylvia Marie D’Albertas, Silvio Antonio Ferraz Cario, Taisa Dias

Resumo


O padrão de produção capitalista hodierno, no propósito de criar riqueza, tem contribuído para a degradação
do meio ambiente, através do uso excessivo dos recursos naturais e dos mais diversos tipos de poluição.
Em paralelo, nos espaços institucionais realizam-se discussões e tomam-se decisões visando conjugar
o crescimento econômico com a preservação do meio ambiente. Como resultado, muitas empresas vem
praticando, em seu cotidiano, ações voltadas para o desenvolvimento sustentável. Comprova-se, neste
estudo, a internalização de práticas do desenvolvimento sustentável em duas grandes empresas do setor
elétrico de Santa Catarina. Três dimensões foram avaliadas. Na dimensão ambiental, os indicadores
apontam a existência de estratégia ambiental, atendimento àlegislação, prevenção d poluição e consumo
adequado de água e energia. Na dimensão social, os índices ressaltam a satisfação dos funcionários, baixa
rotatividade empregatícia, atendimento à normas de segurança, participação comunitária e existência de
código de ética. Na dimensão econômica, os números expressam a existência de planejamento estratégico,
investimentos em pesquisa e desenvolvimento e sistema de avaliação de desempenho.
PALAVRAS-CHAVE: desenvolvimento sustentável; etor elétrico e sustentabilidade corporativa.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14210/alcance.v18n2.p185-199

Direitos autorais 2011 Revista Alcance

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.