CENTRO DE SERVIÇOS COMPARTILHADOS E A GESTÃO DE VÍNCULOS: UMA ANÁLISE INTEGRADA

Eduardo Damião da Silva, Neuri Amábile Frigotto Pereira

Resumo


Um tema emergente nos meios empresariais e de consultoria é a implantação do
Shared Services (Serviços Compartilhados), uma nova técnica adotada pelas organizações para
aumentar o ganho de eficiência e eficácia empresarial, facilitando a competição em um
mundo cada vez mais globalizado. Trata-se de uma aliança estratégica para obter redução de
custos e liberação de competências e recursos para aplicação nas atividades essenciais do
negócio. Um novo meio de reorganizar os processos para obter ganho em escala e maior
capacidade competitiva. Considerando o fator de inovação desta nova prática empresarial, o
objetivo deste artigo é verificar, através de um ensaio teórico sobre o assunto, qual a relação
da implantação de um Centro de Serviços Compartilhados (Shared Services) e o ganho de
valor que as empresas podem obter através da gestão de vínculos entre atividades internas e
externas, principalmente com a opção estratégica que a integração horizontal pode
representar. O que se pretende é despertar a atenção da comunidade acadêmica para a
promoção de estudos sobre este tipo de parceira. Neste sentido, o trabalho mostra o conceito
de serviços compartilhados, que é a concentração em uma organização prestadora de serviços
das atividades de suporte, liberando as unidades de negócio para atuarem nas atividades foco.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14210/alcance.v11n1.p049-064

Direitos autorais 2009 Revista Alcance

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.