CONSIDERAÇÕES SOBRE O ESTUDO DE ESTRATÉGIAS COMPETITIVAS NO SETOR DE SERVIÇOS SOB O ENFOQUE DAS ESCOLAS DE PLANEJAMENTO E DE APRENDIZADO

Luiza Maria Bessa Rebelo, Rolf Hermann Erdmann

Resumo


Este artigo tem como foco central o estudo de diversas características presentes
em alguns modelos de estratégias, e a possibilidade de apropriação dessas para o setor de
serviços, com o intuito de identificar aspectos que possam favorecer a consolidação desse setor.
Foram apresentados os conceitos de estratégia empresarial, estratégia competitiva, estratégia
de serviços e de modelos de estratégias. Isto posto, escolheu-se a proposta das Dez Escolas
preconizadas por Mintzberg (2000) como parâmetro de análise e, nelas, privilegiou-se as
escolas de Planejamento e de Aprendizado para análise dos modelos. A seguir, fez-se um
detalhamento e um enquadramento dos serviços nos dois modelos básicos de estratégia, de
acordo com as componentes Interação/Personalização e Intensidade de mão-de-obra. O
resultado evidenciou que a Escola de Aprendizado apresenta características que a tornam mais
propícia para otimização do setor de serviços, embora a perspectiva da Escola de Planejamento
também apresente vantagens na aplicação ao setor.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14210/alcance.v10n2.p191-128

Direitos autorais 2009 Revista Alcance

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.