AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DAS PRÁTICAS DE RESPONSABILIDADE SOCIAL NA GESTÃO ORGANIZACIONAL POR MEIO DA METODOLOGIA MCDA CONSTRUTIVISTA: UMA ABORDAGEM AOS MODELOS JÁ EXISTENTES

Maria Margareth Mainhardt Carpes, Leonardo Ensslin, Sandra Rolim Ensslin

Resumo


A busca pela competitividade tem exigido das organizações preocupações crescentes, como a responsabilidade social (RS). Porém, ainda há problemas quanto à informação de quais ações sociais, no caso da preocupação RS, mais contribuem para o alcance de seus objetivos. Frente ao exposto, objetivando demonstrar de que forma avaliar o desempenho dos investimentos sociais das empresas, mais especificamente no público interno - uma das dimensões do conceito de RS - , considerados os seus objetivos e a sua preocupação com a RS nesta área de investimento, foi delineado o presente artigo. Neste é proposta uma perspectiva teórico-metodológica, com base na Metodologia Multicritério de Apoio à Decisão Construtivista, capaz de modelar a percepção dos investidores e melhor orientá-los no processo de tomada de decisão. Inicialmente, são apresentados três modelos para avaliação do desempenho organizacional em público interno, que incorporam a RS, amplamente reconhecidos e largamente utilizados. Evidencia-se, todavia, que estes contêm indicadores genéricos, não atendendo ao objetivo colocado (justamente por não terem tal propósito), demandando um instrumento capaz de fazê-lo. Em seguida, por meio de um estudo de caso, é demonstrada a operacionalização deste instrumento proposto, para o caso restrito dos investimentos em público interno. Por fim, são expostas as considerações finais.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14210/alcance.v13n1.p91-112

Direitos autorais 2008 Revista Alcance

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.