A INFLUÊNCIA DO AMBIENTE E DA CULTURA ORGANIZACIONAL NO PAPEL DA ÁREA DE RECURSOS HUMANOS: UM ESTUDO COMPARATIVO DE CASOS EM DUAS EMPRESAS DE MÉDIO PORTE

Daniela Pessoa Scarioli, Clara Luiza Oliveira Silva, José Márcio Castro

Resumo


Este artigo analisa a influência do ambiente externo e da cultura organizacional no papel desempenhado pela área de Recursos Humanos. A partir da revisão crítica da literatura sobre os construtos ambiente, cultura organizacional e papel da área de RH e utilizando-se do estudo de casos comparativos de natureza qualitativa, foi empreendida a análise das influências e dos efeitos do ambiente e da cultura sobre a área de Recursos Humanos e, posteriormente, da resposta da área em relação às pressões dessas variáveis. Os resultados apontam uma significativa influência dos componentes ambientais sobre o delineamento do conjunto de crenças, valores e comportamentos presentes nas unidades empíricas investigadas. Além disso, as evidências empíricas denotam o ambiente externo como uma variável independente que interfere diretamente nas práticas desenvolvidas pela área de RH e, a cultura organizacional como uma variável interveniente que media a relação entre o ambiente e a área de RH. Por fim, outro resultado indica que a área de RH assume contornos mais estratégicos à medida que o papel de agente de mudança é conhecido, uma vez que contribui para promover uma atuação de maneira a facilitar o processo de adaptação da empresa às novas pressões do ambiente.

Palavras-chave


Ambiente Externo. Cultura Organizacional. Gestão Estratégica de Recursos Humanos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14210/alcance.v19n4.p441-460

Direitos autorais 2013 Revista Alcance

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.