UMA INVESTIGAÇÃO DA CENTRALIDADE E DA DENSIDADE DE UMA REDE DE EMPRESAS QUE ATUAM NA REALIZAÇÃO DE FESTAS E DE CASAMENTOS

Milton Carlos Farina, Rosangela Sarmento Silva, José Ribamar Tomaz da Silva Filho, Marco Antonio Pinheiro da Silveira, Marcos Takao Ozaki, Gustavo Benevides

Resumo


O objetivo deste trabalho é o de explorar as relações existentes entre empresas que atuam na realização
de festas de casamentos. Foi utilizada a abordagem da análise de redes sociais. Esse grupo caracteriza-se
como um Arranjo Produtivo Local. Para se avaliar os relacionamentos entre as empresas, foram introduzidas
duas variáveis dicotômicas baseadas nas assertivas: trocar informações e trabalhar juntas. Dessa forma,
o fluxo de informações e o trabalho conjunto, focados sob a lente da análise de redes sociais, apresentam
o relacionamento entre as empresas, que se configura como um dos ganhos competitivos das redes de
cooperação. Os dados foram tabulados e organizados em softwares de planilha eletrônica (MSEXCEL)
e análise de redes (UCINET), com a obtenção de estatísticas descritivas e métricas de centralidade e densidade. Constatou-se heterogeneidade no relacionamento colaborativo com baixa centralidade e baixa
densidade da rede. O grupo apresenta um padrão muito baixo em termos de relacionamento, havendo
a necessidade de incrementar a troca de informação entre os membros e de motivá-los a trabalhar mais
em conjunto. De outro modo, não haverá vantagens de se manter na rede.

Palavras-chave


Rede de empresas; Arranjo Produtivo Local; Centralidade

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14210/alcance.v20n2.p170-185

Direitos autorais 2013 Revista Alcance

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.