UMA ABORDAGEM ALTERNATIVA PARA A PESQUISA DO CONSUMIDOR: ADOÇÃO DA CONSUMER CULTURE THEORY (CCT) NO BRASIL

Ildembergue Leite de Souza, Brunno Fernandes da Silva Gaião, Joana dos Santos Silva, André Luiz Maranhão de Souza Leão

Resumo


O campo de Comportamento do Consumidor se baseia numa perspectiva teórica econômico-cognitivista de forte orientação gerencialista, assumindo o indivíduo como uma entidade previsível e passível de influência. A década de 1980 trouxe uma visão alternativa a essa corrente: a Consumer Culture Theory (CCT). Tal perspectiva assume uma orientação epistemológica diferente daquela dominante, baseando-se no interpretativismo e na pesquisa qualitativa, tratando o consumo como fenômeno cultural. A crescente disseminação internacional da CCT motivou a realização deste artigo, que tem por objetivo analisar se a mesma está consolidada no Brasil. Para tanto, realizamos uma desk research, cujo corpus de pesquisa foi baseado em artigos na área de Marketing publicados nos últimos dez anos na Divisão de Marketing do Encontro da Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração (EnANPAD) e do Encontro de Marketing da ANPAD (EMA). Os resultados encontrados apontam para um crescente desenvolvimento dos estudos e centros de pesquisa ligados à CCT, revelando que tal perspectiva se mostra em processo de estabelecimento no Brasil.

Palavras-chave


Consumer Culture Theory (CCT). Produção acadêmica brasileira em marketing. Desk research.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14210/alcance.v20n3.p383-399

Direitos autorais 2013 Revista Alcance

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.