ESCOLHA DO ARRANJO FÍSICO DE PRODUÇÃO: O CASO DA METALICES INDÚSTRIA METALMECÂNICA

Marina D'Agostini, Rosa Maria Sartor, Priscila Bresolin Tisott, Vilmar Antônio Gonçalves Tondolo, Maria Emilia Camargo

Resumo


Este caso aborda elementos para estudo e reflexão sobre adaptação do arranjo físico de produção ao longo de tempo em uma joint-venture do setor metalomecânico. Visando atender às necessidades de desenvolvimento de novos produtos e processos, o arranjo físico linear passou por diversas adaptações, gerando um dilema: como conduzir a alteração do arranjo físico linear? Os dados para elaboração deste caso foram obtidos por meio de entrevistas, observação direta e dados secundários. O objetivo deste caso é explorar o processo de mudança em arranjo físico frente às demandas operacionais e competitivas da empresa.

Palavras-chave


Arranjo físico; indústria metalomecânica; produtividade

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14210/alcance.v21n2.p369-394

Direitos autorais 2014 Revista Alcance

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.