APRENDIZAGEM INTERORGANIZACIONAL: ESTUDO SOBRE OS CANAIS DE TRANSMISSÃO DE CONHECIMENTO EM CLUSTERS TÊXTEIS E DE VESTUÁRIO NO BRASIL E EM PORTUGAL

Ana Paula Lisboa Sohn, Filipa Dionísio Vieira, Nelson Casarotto, Idaulo José Cunha

Resumo


Ante o advento de uma sociedade do conhecimento que estimula e valoriza a formação de redes de empresa, há consenso entre pesquisadores especializados de que os processos de aprendizagem colaborativa em clusters são cruciais para a formação da vantagem competitiva na esfera individual das empresas e no conjunto que forma o aglomerado produtivo. Neste artigo pretendeu-se identificar e analisar os canais de aprendizagem em dois clusters têxteis e de vestuário: um localizado em Santa Catarina, no Brasil, e outro na região Norte de Portugal. Os dados foram obtidos mediante entrevistas guiadas e aplicação de questionário com especialistas e empresários. Foi possível constatar semelhanças e discrepâncias entre canais de transmissão de conhecimento nos clusters avaliados. Observou-se que em ambos os casos pesquisados, canais de transmissão de conhecimento referentes à formação de recursos humanos, à imitação e ao relacionamento com fornecedores figuram entre os cinco mais importantes. Foram identificados entraves ao compartilhamento de conhecimento e aprendizagem colaborativa relacionados com aspectos culturais. No caso dos clusters analisados, fatores intrínsecos aos seus segmentos industriais exercem influência na transmissão de conhecimento no âmbito da interorganização.

Palavras-chave


Clusters industriais. Aprendizagem interorganizacional. Canais de transmissão de conhecimento.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14210/alcance.v21n4.p777-796

Direitos autorais 2015 Revista Alcance

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.