REDES DE COOPERAÇÃO: UM ENFOQUE DE GOVERNANÇA

June Alisson Westarb Cruz, Tomaz Sparano Martins, Carlos Olavo Quandt

Resumo


Com base em uma realidade que demanda o desenvolvimento de novas estratégias de
sobrevivência, destaca-se a contribuição das Redes Sociais e Organizacionais para o
estímulo de competências e potencialidades, por meio da promoção de interações entre
organizações e indivíduos. O presente estudo foi desenvolvido junto à Rede de Associações
de Catadores de Curitiba-Pr. Trata-se de um estudo caracterizado como exploratório e
descritivo, que abrange pesquisas bibliográficas, documentais e de campo. Como forma de
coleta de dados se utilizaram questionários, entrevistas e análises de documentos, além da
observação direta estruturada. Como resultado, verificou-se o estabelecimento de um
sistema de interação entre organizações e indivíduos oriundos dos mais diversos setores da
sociedade, que contribuem para o desenvolvimento e organização de grupos de catadores
de materiais recicláveis de rua. Apresenta-se uma estrutura de Redes Sociais e
Organizacionais pautadas na Governança Comunitária e de Parceria.
Palavras-chave: Redes. Governança. Cooperação.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14210/alcance.v15n2.p190-208

Direitos autorais 2009 Revista Alcance

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.