PERFIL CLÍNICO E SOCIODEMOGRÁFICO DE USUÁRIOS DE UM CENTRO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL INFANTO-JUVENIL

Jamir João SARDÁ Jr., Marina MENEZES, Taciana CORRÊA, Valéria RODRIGUES

Resumo


Este estudo teve como objetivo caracterizar o perfil clínico e sociodemográfico
dos usuários do CAPSI atendidos em uma cidade de Santa Catarina. Trata-se de um estudo documental, quantitativo, exploratório e descritivo realizado a partir de 110 prontuários. Os dados foram analisados utilizando estatística descritiva e inferencial, testes de correlação e análise binomial. Há uma maior prevalência de usuários do sexo masculino (70.9%) com idade média de 10 anos (41%). Cerca de 41% das famílias atendidas têm uma renda próxima a 2 salários mínimos. O comportamento agressivo prevalece dentre as queixas (21,5%) e o transtorno de deficit de atenção e hiperatividade como hipótese diagnóstica mais frequente (22%), todavia 25% dos casos não apresentam um diagnóstico. Os achados desse estudo são similares a descritos na literatura e sugerem a necessidade de realizar ações de promoção e prevenção em saúde mental infanto-juvenil.


Palavras-chave


Serviços de Saúde Mental; Crianças; Transtornos Mentais.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14210/rbts.v6n1.p03-17

Apontamentos

  • Não há apontamentos.