A PERCEPÇÃO DE UM CUIDADOR A RESPEITO DA QUALIDADE DE VIDA DO IDOSO COM ALZHEIMER: RELATO DE EXPERIÊNCIA DO PROJETO TEORIAS E PERSPECTIVAS EM ENVELHECIMENTO HUMANO

André Felipe da COSTA, Ana Maria Costa da SILVA, Aline Janete VICENTE, Mayara de Paula ALMEIDA, Carina Nunes BOSSARDI

Resumo


O presente estudo faz parte de um projeto desenvolvido durante uma
disciplina da graduação em Psicologia. Para se discutir a respeito das perspectivas em envelhecimento humano, objetivou-se conhecer a percepção de um cuidador sobre a qualidade de vida do idoso com Alzheimer, com base em suas expectativas, experiências e ações em relação a essa situação. Esta pesquisa é de caráter qualitativo, com a qual foi realizado um estudo de caso de um cuidador. Como método foram utilizadas uma entrevista semiestruturada e a análise de conteúdo de Bardin. Com base na autopercepção desse cuidador, nota-se a importância da espiritualidade, remédios, profissionais e de Políticas Públicas para a manutenção da qualidade de vida de ambos, sendo que esta é
vista, em geral, como positiva, mas cheia de desafios devido à mudança que a relação que o cuidador e o idoso sofrem no decorrer do tempo. A discussão dos dados foi baseada na Teoria do Curso de Vida de Paul Baltes, perspectiva expressiva na compreensão dos processos de desenvolvimento e de envelhecimento humano. Os resultados salientam a necessidade de novas pesquisas a respeito do tema e indicam a importância de discussões desde as salas de aula, voltadas à realidade da população. Espera-se que esse estudo tenha implicações na formação dos profissionais de graduação, tendo em vista possibilidades de interverção visando à promoção de saúde dos idosos e de seus cuidadores.


Palavras-chave


Idoso; Alzheimer; Cuidador; Qualidade de Vida; Envelhecimento Humano.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14210/rbts.v6n1.p18-29

Apontamentos

  • Não há apontamentos.