PROCESSO DE TERRITORIALIZAÇÃO NA INTEGRAÇÃO ENSINO-SERVIÇO-COMUNIDADE

Marcos Aurélio MAEYAMA, Júlia Boron VIVAN, Antônio Renor ZAPPELINI NETTO, Bruna Luiza SCHNORRENBERGER, João Pedro Berardi PASSOS, Daniela de Araújo ZENONI, Mariana Vilela VEIGA, Viviane dos Santos CAMPOS, Jéssica Lüders BUENO, Camila Bentes COSTA

Resumo


A criação do Sistema Único de Saúde traz consigo o ordenamento para
reorientação dos serviços de saúde a partir do conceito ampliado de saúde. Nesse sentido, o conhecimento dos determinantes sociais de uma população é fundamental para o processo de planejamento das ações para abordagem integral do processo saúdedoença. O objetivo deste trabalho foi relatar a experiência da integração ensino-serviçocomunidade no processo de territorialização de uma área de abrangência de uma equipe de Saúde da Família. A coleta de dados foi realizada a partir da saída a campo, entrevista com informantes-chaves e sistemas de informação. Os resultados demonstraram que a população do território tem acesso a alguns determinantes sociais e privação de outros, que potencialmente podem ser determinantes para a situação da saúde atual e futura, devendo ser objeto de discussão e ação da equipe de saúde local no planejamento de ações.


Palavras-chave


Determinantes sociais da Saúde. Diagnóstico Comunitário. Atenção Básica à Saúde. Sistema Único de Saúde.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14210/rbts.v6n1.p41-55

Apontamentos

  • Não há apontamentos.