DADOS PSICOLÓGICOS EM PRONTUÁRIO MULTIPROFISSIONAL: RELATOS DE UMA EQUIPE DE SAÚDE

Maíra Bonafé Sei, Ananda Kenney da Cunha Nascimento, Ana Clara Siena Alexandre, Giovana Beni Polezer, Nathalia Halmann Hemmig, Patrícia Yassumoto, Sofia Lira Chiodi

Resumo


O registro psicológico em prontuário multiprofissional é imprescindível quando a atuação é realizada por uma equipe multiprofissional com funcionamento interdisciplinar. Com base na obrigatoriedade de documentar as ações do psicólogo em serviços de saúde, objetivamos descrever a prática de registro
da Psicologia em prontuário multiprofissional no campo da saúde, destacar sua importância, apontaritens (des)necessários à elaboração da evolução clínica
e listar os principais desafios e facilidades da prática em equipe multiprofissional. A partir do método de relato de experiência, percebemos que, apesar dos
avanços científicos e das contribuições da nossa prática com registros em prontuário, temos limites significativos no que diz respeito à dificuldade de comunicação
devido à falta de padronização na linguagem utilizada nos documentos. Contudo, consideramos que o encontro entre a universidade e o serviço público tem sido
uma experiência promotora de desenvolvimento do saberfazer psicológico no campo da saúde.


Palavras-chave


Psicologia. Saúde. Equipe Multiprofissional. Evolução Clínica.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Fabrício Fernandes; CANTAL, Clara; COSTA JÚNIOR, Áderson Luiz. Prontuário Psicológico Orientado para o Problema: Um Modelo em Construção. Psicologia Ciência e Profissão, v. 28, n. 2, p. 430-442, 2008. Disponível em . Acesso em: 01 fev. 2019.

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. Código de Ética do Psicólogo. Brasília: CFP, 2005. Disponível em: . Acesso em: 22 out. 2015.

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. Resolução nº 1, de 30 de março de 2009. Brasília/DF:

CFP, 2009. Disponível em:

pdf>. Acesso em: 22 mai. 2018

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. Resolução nº 5, de 05 de março de 2010, que altera a resolução CFP nº 001/2009. Brasília, DF: CFP, 2010. Disponível em: . Acesso em: 15 jan. 2019.

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. Resolução nº 7, de 14 de junho de 2003. Brasília/DF: CFP, 2003. Disponível em: . Acesso em: 7 jan. 2018.

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. Resolução nº 4, de 11 de fevereiro de 2019. Diário Oficial da União, n. 31, 13 fev. 2019, Seção 1, p. 82, 2019. Disponível em: . Acesso em: 18 fev. 2019.

CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA DO PARANÁ. Orientações Técnicas. ANEXO II – Ofício DIR/2777-14, 2014. Disponível em

T%C3%83%E2%80%B0CNICAS.pdf>. Acesso em: 02 abr. 2018.

LAGO, Vivian de M.; YATES, Denise. B.; BANDEIRA, Denise. R. Elaboração de documentos psicológicos: considerações críticas à resolução CFP nº 007/2003. Temas em Psicologia, 2016, v. 24, n. 2, p. 771-786. = Disponível em: . Acesso em: 15 jan. 2019.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO. CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR. Resolução CNE/CES 5/2011. Diário Oficial da União, 16 de março de 2011. Seção 1, p. 19, 2011. Disponível em: . Acesso em: 23 mai. 2018.

MOERSCHBERGER, Mayara Schirmer; CRUZ, Fabiana Rosa da; LANGARO, Fabíola. Reflexões acerca da ética e da qualidade dos registros psicológicos em prontuário eletrônico multiprofissional. Revista da SBPH, v. 20, n. 2, p. 89-100, dez. 2017. Disponível em

arttext&pid=S1516-08582017000200006&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em: 01 fev. 2019.

RODRIGUES, Patrícia Matte; PARABONI, Patrícia; ARPINO, Dorian Mônica; BRANDOLT, Catheline Rubim; LIMA, Jessica Vaz; CEZAR, Pâmela Kurtz. O registro em prontuário coletivo no trabalho do psicólogo na Estratégia Saúde da Família. Estudos de Psicologia (Natal), v. 22, n. 2, p. 195-202, 2017. Disponível em: . Acesso em: 7 jan. 2018.




DOI: http://dx.doi.org/10.14210/rbts.v6n2.p79-90

Apontamentos

  • Não há apontamentos.