O desafio curricular da produção de saberes na sociedade do conhecimento

Celso José Martinazzo

Resumo


Neste texto propomos uma reflexão sobre o desafio da escola em trabalhar a questão do conhecimento em tempos de globalização e, sobretudo, da chamada sociedade do conhecimento. Dentre as grandes tarefas que, historicamente, foram atribuídas à educação escolar, o compromisso com a assimilação, a transmissão e a produção de conhecimentos é, com certeza, aquele que mais tem gerado debates e polêmicas. Quando nos referimos à escola como uma agência privilegiada que lida, direta e fundamentalmente, com a questão do conhecimento, nos deparamos com inúmeras implicações e possibilidades decorrentes dessa afirmação. Em tempos de rápidas transformações é importante que a comunidade escolar reflita sobre o significado e o viés do discurso consensual que se apresenta, no momento, sob a expressão sociedade do conhecimento, bem como das práticas pedagógicas e curriculares que se concretizam na escola em nome deste consenso. Procuramos interpretar essas implicações e possibilidades à luz das contribuições dos princípios da teoria da complexidade por entendermos que essa matriz paradigmática se constitui num dos referenciais principais e privilegiados para compreender os múltiplos significados da realidade e, por conseguinte, da educação escolar. Palavras-chave: Conhecimento escolar. Currículo. Sociedade do conhecimento.

Palavras-chave


Conhecimento escolar; currículo; sociedade do conhecimento

Texto completo:

PDF


Direitos autorais