Grupos de Pesquisa em Educação/Comunicação

Solange Puntel Mostafa, Idorlene da Silva Hoepers

Resumo


Uma das possibilidades de estudar as relações entre ciência e sociedade neste começo de século é através dos grupos de pesquisa consolidados na década de 90 por indução de agências governamentais como o CNPa. Seguindo a teorização de Gonzales de Gomes fizemos um exercício de reconstrução dos grupos em termos dos três princípios de produção e organização do conhecimento: o princípio paradigmático, o princípio setorial e o princípio territorial. Assim, uma busca na base corrente do Diterório de Grupos de Pesquisa do CNPq recupera, no modo "frase exata" para a expressão "educação e comunicação", 92 grupos de pesquisa  trabalhando na interralação entre a Educação e a Comunicação. A consulta à base dos grupos propiciou um mapeamento em termos de áreas de formação e de atuação favorável à arranjos transdisciplinares, onde o princípio paradigmático estaria sendo reconfigurado em redes de conhecimento.

Palavras-chave


Grupos de Pesquisa; Educação/Comunicação; Transdisciplinaridade; Produção de Conhecimento.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14210/contrapontos.v4n3.p533-546

Direitos autorais 2017 Revista Contrapontos