Uma Abordagem Histórico-Cultural Dos Conceitos Numéricos Cotidianos De Crianças Da Educação Infantil

Ademir Damazio, Odila Robini de Almeida

Resumo


Esta pesquisa trata de como as crianças de Educação Infantil pensam o conceito de número a partir de suas experiências cotidianas. O objetivo principal foi analisar, à luz da teoria histórico-cultural, o processo de formação do conceito de número, tendo, como questão fundamental as situações cotidianas com as significações do conceito científico de número. Foi realizada com crianças de 4 e 5 anos de uma Escola Municipal. A metodologia utilizada teve uma abordagem qualitativa com uma análise interpretativa do conhecimento que se evidenciava nos episódios. Busca, no cotidiano extra e intra-escolar das crianças, as suas experiências e necessidades subjacentes às quais estão idéias e noções que se aproximam das significações do conceito de número. A principal evidência é que, ao se trazer a “vida cotidiana” das crianças para o interior a sala de aula, elas têm um envolvimento nas atividades com naturalidade até o momento que as ações formalizadas são simples. À medida que vão se complexando ou se estende por um período de tempo maior, as crianças se distraem e buscam ações – jogos - diferentes que muitas vezes não são constituídas de lógica e significações relacionadas ao conceito em elaboração.

Palavras-chave


Número; Crianças; Conceito cotidianos

Texto completo:

PDF


Direitos autorais