ALGUNS ASPECTOS PARA SE PENSAR A PESQUISA EM EDUCAÇÃO: o estatuto epistêmico e social da ciência

Rosa Maria Corrêa das Neves, Siomara Borba

Resumo


Resumo A prática da pesquisa em educação supõe considerações sobre o significado do conhecimento científico, que podem ser feitas por diferentes caminhos. A nossa opção é pensar a pesquisa em educação a partir da discussão epistemológica que insere a questão da ciência em um ambiente intelectual de valorização da razão. Considerar esse significado no momento de sua constituição e consolidação nos oferece elementos para problematizar aspectos presentes, não necessariamente explicitados, na ação de pesquisar a educação. Iniciamos por uma discussão sobre o estatuto epistêmico da ciência no Iluminismo para compreender as origens do conhecimento científico e as práticas intelectuais que supôs. Em seguida, examinamos parte do debate que acompanha a produção do conhecimento cientifico sobre o fenômeno humano, discutindo como essa produção se insere no conjunto mais amplo da racionalidade científica. Para a discussão, recorremos à contribuição de filósofos que têm se dedicado a interrogar e buscar o significado da ciência. Palavras-chaves: ciência, razão científica, pesquisa em educação Abstract The practice of research in education assumes considerations about the meaning of scientific knowledge that can be made by different ways. Our option is to think the research on education from the epistemological discussion that inserts the question of science in an intellectual environment of valuation of the reason. To consider this meaning at the moment of its constitution and consolidation offers us elements to create the problem with present aspects, not necessarily explicit, in the action of research education. We initiate by a discussion about the epistemic statute of the science in the Ages of Enlightenment to understand the origins of the scientific knowledge and the intellectual practices that it assumed. After that, we examine part of the debate that follows the production of the scientific knowledge about the human phenomenon, talking about how this production inserts itself into the widest set of the scientific rationality. For the discussion, we appeal to the contribution of philosophers who have been dedicating to interrogate and to search the meaning of science. Key words: science, scientific reason, research in education

Palavras-chave


Ciência; Razão científica; Pesquisa em educação

Texto completo:

PDF


Direitos autorais