O Desenho Artístico na Formação do Arquiteto: Epistemologia da Prática

Silvana Weihermann Ferraro, Tânia Maria Baibich

Resumo


Este texto defende a premissa de que o desenho artístico, como conteúdo curricular do ensino de arquitetura, trabalhado em uma perspectiva didática, cuja epistemologia subjacente seja a construtivista e cuja ética da ação docente seja a da cooperação, favorece o desenvolvimento de capacidades e aptidões, indo em direção à idéia da formação integral, que harmoniza a cognição com a afetividade. Apresenta as várias dimensões do “saber desenhar” e demonstra, por meio de categorias, como a ação docente intervém no processo da construção do conhecimento do aluno, como sujeito cognoscente e artífice de suas estruturas mentais, transformando tanto seu cabedal de conhecimento quanto sua condição de conhecer.

Palavras-chave


Fundamentos Artísticos; Ensino Superior; Práticas Docentes

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14210/contrapontos.v13n1.p42-51

Direitos autorais