ALGUNS DISCURSOS DA PEDAGOGIA SOB ANÁLISE: CIÊNCIA MODERNA E REDUPLICAÇÃO DO HOMEM

Paula Corrêa Henning, Bárbara Hees Garré

Resumo


O artigo busca problematizar alguns discursos de ciência muito potentes e que ganham força no cenário da Pedagogia a partir da década de 80. Analisamos duas obras recorrentes na formação do pedagogo que tratam a Pedagogia como a ciência da educação. Utilizamos como campo teórico desse estudo especialmente Michel Foucault, colocando em discussão os efeitos produzidos por alguns ditos que atravessam, inventam e produzem esse campo de saber. Problematizamos o presente, entendendo que ele é produzido por alguns discursos que buscam a legitimação da Pedagogia como uma ciência humana. Nesse texto abordamos alguns conceitos de Ciência Moderna que atravessam e constituem a Pedagogia como a ciência da educação; problematizamos os discursos de reduplicação do homem que ganham força e produtividade nesse campo de saber, tornando-se a condição de possibilidade para que as ciências humanas emerjam enquanto ciências. Provoca-se o leitor a pensar no nosso fazer docente ao colocarmos em dúvida verdades que por muito tempo também nos habitaram.

Palavras-chave


Educação; Pedagogia; Ciências Humanas.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14210/contrapontos.v13n2.p110-119

Direitos autorais