FORMAÇÃO EM ARTE/CULTURA: POTENCIALIZANDO PRÁTICAS EDUCATIVAS PARA A INFÂNCIA

Silvia Sell Duarte Pillotto, Letícia Ribas Diefenthaeler Bohn, Patrícia Kricheldorf Hermes de Araújo

Resumo


Preocupadas com as práticas educativas que envolvem a arte/cultura para a infância, desde 2010 temos desenvolvido o Projeto “Educação Patrimonial para a Infância”, incluindo formação continuada para profissionais que atuam na infância nas Redes Públicas. Os conceitos desenvolvidos em encontros periódicos têm em suas bases estudos sobre educação patrimonial e educação formal e não formal. Sobre os processos metodológicos, o projeto têm se pautado em experiências estéticas, provocando no grupo um olhar diferenciado para o currículo, principalmente para as articulações com a educação não formal e seus espaços. Uma das lacunas percebidas na educação com crianças está no sentimento do não pertencimento ao patrimônio, especialmente o local, uma vez que essas questões, na sua maioria, não constam no currículo da educação para a infância e nas vidas dos profissionais que atuam nesse contexto. A formação, nesse contexto busca articular a construção de cidadania com as ações pedagógicas, possibilitando melhores condições socioculturais. O projeto tem nos indicado algumas mudanças na atitude desses profissionais e nossa avaliação tem se pautado na ideia de que conhecer/participar dos espaços patrimoniais e vivenciá-los pode fazer a diferença nas práticas educativas.

Palavras-chave


Infância; Formação; Cultura.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14210/contrapontos.v14n1.p62-79

Direitos autorais